Charles Darwin não era ateu e não era contra o Criacionismo

perspectivas

Este texto de Olavo de Carvalho (que critica a beatificação de Charles Darwin por parte do novo clero cientificista) é interessante porque, em primeiro lugar, desmistifica a ideia de que Darwin foi original na sua teoria, e em segundo lugar porque revela o facto ― que hoje é meticulosamente ocultado ― de que Darwin admitia o criacionismo como causa prima e em conjugação com o evolucionismo. Darwin distinguia claramente a “criação” da “evolução”.

Por outro lado, é preciso referir que Darwin não se assumia como ateu; ele escreveu uma carta a um amigo em 1879 (ver o livro “A Vida e a Correspondência de Charles Darwin”, 1887, publicado do seu filho Francis Darwin):

«Sejam quais forem as minhas convicções sobre este tema [religião], elas só pode ter importância para mim próprio. Mas, já que mo perguntas, posso assegurar-te que o meu juízo sofre, amiúde, flutuações…Nas minhas maiores oscilações, nunca…

View original post 254 more words

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s